Pecados do Webdesign

13:06

Em última instância, o objetivo principal de uma estratégia de Marketing online é o de transmitir uma imagem de credibilidade que facilite a geração de negócios, e, por muito que se fale de Mídias Sociais, não nos podemos esquecer que o cerne da Comunicação Digital é – e sempre será – o site.

Por isso, resolvemos aproveitar o excelente artigo que o Design Crave publicou, acerca dos principais erros que são cometidos quando se opta por publicar uma página na internet sem a orientação de especialistas:
1 – Uso Exagerado de Templates

Existem alguns casos nos quais a utilização de um modelo de site pronto (template) se justificam, como por exemplo a necessidade de criar um hotsite rápido. Mas, regra geral, não é o que se vê por aí. Na realidade, o uso de templates sem o minimo de personalização e adaptação mostra apenas uma coisa: falta de preocupação com a sua imagem online.

E como a maioria dos modelos prontos já tem como base um segmento de negócio especifico, é até provável que alguns de seus concorrentes façam uso de alguns dos mesmos elementos, como fotos, se é que não usam tudo igual.
2 – Tempo de Carregamento da Página

Poucas coisas irritam mais o internauta do que as esperas intermináveis pelo carregamento de um site – sobretudo se a causa para essa demora é o uso de imagens e animações que não adicionam absolutamente nada ao conteúdo. E o que o visitante busca é cada vez mais conteúdo realmente relevante. Muito tempo para acessar essas informações é um passo certo para espantar os seus potenciais clientes.
3 – Overdose Sensorial

Uma das máximas mais substimadas do webdesign parace ser somente um jogo de palavras. Mas quando dizemos que “Menos é Mais”, não é na tentativa de ter menos trabalho no desenvolvimento do site, e sim simplesmente nos colocarmos no papel do próprio internauta. O exagero de fotos, videos, menus, banners e demais elementos que compõem a página de um site – para não falar das abomináveis musiquinhas – trasforma aquilo que deveria ser imediato numa tortura sensorial. O visitante chegou no seu site porque procurou algo especifico, e é somente isso que tem de estar bem representado.
4 – Labirinto de Navegação

Na sequência do ponto anterior, a questão da navegabilidade de um site é igualmente importante para reter o internauta no seu site. A condução para as principais informações deve ser clara e objetiva, quase intuitiva. E não existe nada pior do que ter links quebrados, que não levam a lugar nenhum.
5 – Texto Ilegível

Quem trabalha com design gráfico e desenvolvimento web sabe bem que existem literalmente milhares de opções quando o assunto é tipo de letra. E muitas das vezes, a tentação de usar 3 ou 4 fontes diferentes é tão grande, que acabamos compromentendo a função mais elementar de um website: informar de forma clara.
6 – Navegação sem Valor

Ainda subsiste um pouco a ideia de que um site tem de conter todas as informações possiveis e imaginávei sobre a empresa – quase como um arquivo-morto. Além de tornar o desenvolvimento mais complexo, a empresa corre o risco de oferecer ao internauta um monte de conteúdo que pouca valia. E se não tem valor, não vale a pena voltar.
7 – Desiquilibrio Estético

Claro que o conteúdo é fundamental. Mas é o equilibrio entre a informação e a estética que faz a diferença entre uma imagem de credibilidade ou o oposto. Muitas pessoas ainda se apegam ao velho chavão que afirma que “Gostos não se discutem”, e usam disso para opinar sobre cores, disposição dos elementos na página e outros aspectos que, na prática, são de dominio exclusivo do profissional de design.

Tudo isto pode parecer meio retórico, sem alguns exemplos que ilustrem o que foi aqui exposto. Como leitura complementar, recomendamos alguns links onde podem ser vistos diversos sites que cometem alguns, se não todos, estes pecados. Os títulos (bastante semelhantes) falam por si, e uma simples pesquisa na internet trará muitos mais exemplos:

* Os cinco piores sites de todos os tempos (inglês)
* Os 10 piores sites do mundo (português)
* Os piores sites do mundo…mesmo! (português)
* Os 36+ piores sites do mundo (português)

You Might Also Like

0 comentários