Cartão de visita

11:35




Oi pessoal.

Quero dividir com vocês um artigo bacana que encontrei sobre uso do cartão de visita.

o artigo é do Marcelo Miyashita, professor de MBA e pós-graduação de diversas faculdades paulistas, e colunista do portal Mundo do Marketing, onde li algumas dicas dele de como bem utilizar um cartão de visita. Elas estão abaixo, mas não deixe de conferir o artigo todo lá mesmo no portal.

Ah não se esqueça...Se você ainda não tiver o seu cartão de visito entra em contato com A gata e o mouse ( www.agataeomouse.com.br). Nós elaboraremos modelos exclusivos para você marcar sua presença junto ao seu cliente.

Beijo a todos.

"Ritual da entrega: é costume trocar cartões no início da conversa. Não espere a pessoa entregar o dela, entregue o seu e, se a pessoa não sugerir que irá entregar o dela, peça objetivamente. Não há constrangimento nisso. Se a pessoa não tiver um cartão, tome a iniciativa, pegue uma caneta e anote os dados dela. Isso demonstrará seu interesse em manter a relação e valorizará a pessoa.
Leia e faça comentário: ao receber um cartão, leia-o. Fique quatro, cinco segundos lendo o cartão – isso demonstrará sua atenção com quem a pessoa é – e busque, nas informações, um assunto para dar continuidade a conversa.

Mantenha o cartão à mão: não pegue o cartão da pessoa e guarde. Fique com ele, segure junto com o seu porta-cartão. Isso, além de valorizar o cartão da pessoa, ajudará você a memorizar os dados dela e buscar mais facilmente, caso esqueça.

Estabeleça um gancho: busque sempre levar o diálogo para que possa fazer um contato posterior, por e-mail, prometendo enviar alguma informação para a pessoa. Aí entra a capacidade de buscar ajudar, que é a força motriz do bom networking – “ajudando nos tornamos relevantes, lembrados e queridos”.

Após o contato, anote: escreva no verso do cartão de cada pessoa palavras-chaves que irão te ajudar a reconhecê-la posteriormente. Num evento ou mesmo numa reunião de trabalho, é possível fazer vários contatos e, também, confundi-los.


Registre as informações: o último passo é deixar registrado, numa base única, como o MS Excel, as informações dos cartões. É incrível, mas temos dados espalhados em diversos “bancos”: agenda, Outlook, webmail, Palm, celular, cadernos etc. Isso é problemático, pois dificulta nossa busca e facilita a perda de dados. Pois isso, concentre numa única base: isso ajudará a visualizar quem você conhece."

Dicas do professor Marcelo Miyashita, em Cartão de Visita

You Might Also Like

0 comentários