Como usar o seu cartão de visitas.

16:41




Os cartões de visitas servem para muitas coisas. Além de ser sua primeira impressão quando está em encontros profissionais, também serve para diversas ocasiões, como: se apresentar a profissionais e empresas; acompanhar o envio de flores e presentes ou agradecê-los; aceitar ou recusar convites escritos; enviar condolências, felicitações ou cumprimentos; agradecer apoios recebidos; acompanhar importâncias em dinheiro; lembrar um convite feito oralmente; comunicar mudança de endereço (profissional ou pessoal); entre outras utilidades.

Para se ter uma pequena noção, os cartões são tão necessários e indispensáveis no trato profissional quanto uma boa vestimenta. Um "verdadeiro" profissional sem cartão de visita passa uma péssima imagem de si mesmo, e consequentemente, da empresa em que trabalha. E fica pior quando ao perceber sua gafe, você tentar emendar com outra dizendo que eles acabaram. Isso demonstra que você não tem organização e nem logística pessoal.

Uma das coisas mais importantes para um profissional é lembrar de renovar o estoque de cartões constantemente. Antes de sair de casa para um encontro, evento, ou seja, lá o que for, dê uma olhada na carteira e verifique como está sem "estoque" pessoal. Assim, você nunca passará pela vergonha de dizer que "acabou".

Dicas para tornar eficiente o uso de seu cartão

  1. Formato padrão: . O mais comum é o 85.60 mm × 53.98 mm. Com ele você pode ter certeza que seu cartão vai caber na carteira.
  2. Serviço profissional: Lembra daquele seu sobrinho de 12 anos que aprendeu a mexer no Corel Draw? Então esqueça! Se você realmente quer um bom cartão de visitas, contrate um designer profissional e faça a impressão numa gráfica especializada.
  3. Informações: Coloque seu nome completo, o nome da empresa e/ou logotipo da empresa, uma pequena descrição, seu cargo na empresa, telefone, celular, email e url do seu site. Todas elas devem ficar na frente do cartão. Deixe o resto das informações  para seu site. Em seu verso, deixe em branco (para possíveis anotações) ou com uma pequena arte.
  4. Objetividade: O cartão deve lembrar ao receptor o que você faz. Uma pequena descrição do que sua empresa faz ajuda na identificação, seja um slogan, palavras chaves ou até mesmo uma arte bem elaborada.
  5. Dando seu cartão: Não espere a pessoa entregar o dela, tome a iniciativa primeiro. De preferência, faça a troca de cartões antes de começar a reunião, assim você já faz propaganda de seu nome, evitando o velho e chato “qual seu nome mesmo?”
  6. Recebendo um cartão: A hora de receber um cartão também é muito importante. Ao recebê-lo, leia-o em frente à pessoa que lhe deu. Isso demonstra seu interesse pelo novo contato. Sempre que possível, elogie o cartão. Guarde numa carteira, e não no bolso.
  7. Formato digital: Hoje muito dos primeiros contatos são feitos por email. Tenha então seu cartão em formato digital para mandá-los em anexo.
  8. Seu melhor amigo do bolso: Trate-os com carinho. Tenha sempre alguns exemplares em seu bolso, dentro de uma caixa rígida para evitar estragos. Deixe alguns reservas no seu carro.
As 8 dicas acima são basicamente regras para um cartão não fazer feio. Mas nada impede de você ser original, mas tenha noção: Você tem dinheiro para investir em seu cartão? Imprima em borracha ou acrílico. Use tintas metalizadas ou siliconadas, faça imagens vazadas. Existem trocentas possibilidades de fazer cartões bonitos e diferenciados.
Ah! Claro! E contrate a Gata e o Mouse para fazer seu layout!
Bj a todos!

You Might Also Like

0 comentários